O processo de aprendizado envolve 4 grande fases:

Fundamentos: aprender a teoria;
Prática: fazer e repetir diversos exercícios aplicando a teoria;
Desenvolvimento: aprender onde buscar referências e repertório para criar seu estilo próprio e continuar evoluindo;
Fluência: depois de muita prática e repertório você começa a pensar de uma maneira diferente dentro daquela área de aprendizado.

Obviamente que, para aprender a escrever, é importante ler muito (buscar referências) e escrever bastante (prática), mas é preciso antes conhecer algumas dicas teóricas importantes para direcionar a sua dedicação e transpiração.
Seguem algumas dicas que eu gostaria de ter recebido quando comecei a escrever e que certamente vão acelerar seu desenvolvimento:
Comece suprindo suas carências técnicas
Consultar regularmente um dicionário e ler uma gramática de cabo-a-rabo são algumas etapas básicas se você não era necessariamente o melhor aluno de língua portuguesa na escola.
Entender figuras de linguagem, por exemplo, pode enriquecer bastante os seus textos. Você não precisa decorar o que são, mas reconhecer essas figuras em textos alheios vai ajudar a compor seu repertório ao longo do tempo.
Foto por Pixabay em Pexels.com
Mantenha o foco
Todo texto deve ter um objetivo claro. Tudo o que você adicionar nesse texto deve ajudar a desenvolver o argumento principal do texto.
Estruture o seu texto
Pense no conhecimento como uma série de tijolos, e no seu texto como uma construção.

A introdução é o alicerce que vai servir de base para você construir sua argumentação;
A estrutura da obra é o desenvolvimento do texto em si;
O acabamento é a conclusão que fará com que a pessoa se sinta confortável na casa que você acabou de entregar.

Quando você deseja construir conhecimento na mente da outra pessoa, pense na sequência lógica em que as informações precisam ser apresentadas e desenvolva o seu texto a partir dessa estrutura.
Conheça a sua persona
Para quem você escreve faz muita diferença. Ter uma persona clara e definida do seu público alvo ajuda muito a direcionar o seu texto.

Se o seu público é mais experiente você precisa produzir conteúdo mais avançado.
Se o seu público gosta de cultura pop / nerd você pode brincar com Star Wars, universo Marvel e Harry Potter entre outros.
Se o seu público já é cliente você pode falar sobre como usar o produto ao invés de dar dicas para comprá-lo.

No artigo a seguir dou algumas dicas para criar a persona do seu público alvo: Criando um Projeto Editorial: Conhecendo melhor sua Audiência
Foto por rawpixel.com em Pexels.com
Escreva para ser lido na internet

Separe o texto em subtítulos: isso ajuda o leitor a “escanear” a parte do conteúdo que lhe interessa.
Coloque alguns termos chave em negrito também com o objetivo de melhorar a “escaneabilidade” do texto.
Escreva parágrafos curtos.
Use linguagem simples.
Inclua as palavras chaves mais usadas para pesquisar aquele assunto em buscadores como o Google, mas escreva de forma natural.
Enriqueça o texto com imagens, vídeos e links.

Revisão
Apresente seu texto para outras pessoas, peça a opinião dos seus amigos, de preferência aqueles que tem conhecimento técnico e honestidade para te dar um feedback sincero e valioso.
Leia e releia o que você escreveu, se necessário leia de trás pra frente. Além de remover erros ortográficos e de concordância, elimine também trechos redundantes e confusos.
O texto não precisa ser longo para ser bom, concisão é uma vantagem competitiva em tempos de internet onde temos muito conteúdo e os leitores tem cada vez menos tempo. Se necessário reescreva porções do seu artigo para deixar o texto mais claro e curto.
Foto por Christina Morillo em Pexels.com

Gostou das dicas acima? Talvez você se interesse também por esses artigos:

Artigos de Marketing de Conteúdo para sua empresa
Dicas de Negócio para o seu site ou blog

Source: New feed

Como melhorar sua redação: técnicas de escrita para blogs e sites
Classificado como:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *