Já escrevi vários artigos com esse título. Preferiria que fosse único, mas se escrevesse diariamente, esse título cairia muito bem para cada assunto a ser tratado, relacionado à cena política desse país.
Os últimos protagonistas da vergonha nacional foram o Presidente do Senado Federal, Renan Calheiros, e o Supremo Tribunal Federal, a mais alta Corte da Justiça brasileira, o guardião da Constituição Federal.
É primado de um Estado democrático de Direito a observância das leis e o cumprimento das decisões judiciais. Aos discordantes, cabe acatar as leis e decisões judiciais, para somente então recorrer.
E o que dizer quando a inobservância a tal primado é praticada pelo Presidente do Senado Federal e do Congresso Nacional?
O que dizer quando o Presidente de uma das Casas do Legislativo Federal se recusa a atender a um oficial de justiça portando um mandado decorrente de uma decisão judicial proferida por um Ministro do STF?
O que dizer de um Ministro do STF que fica caladinho ao ter sua decisão renegada, desprezada, desobedecida?
O que dizer de um STF que faz acordos espúrios para endossar a atitude desrespeitosa do Presidente do Senado ao Poder Judiciário, à Constituição Federal e leis do país?
Num país sério, com um STF sério, o Presidente do Senado e toda a mesa diretora que corroborou um flagrante crime de desobediência estariam presos.
Num país sério, um Ministro do STF jamais daria esse péssimo exemplo de falta de moral, decência, decoro, autoridade, respeito, acatando de cabeça baixa uma flagrante recusa ao cumprimento de uma decisão judicial, portando-se como um moleque chamado à atenção pelo coronel da fazenda.
Transformar o STF numa Corte Judicial formada por Ministros e Ministras covardes, que não honram a toga preta ridícula que envergam, que não primam pelo cumprimento de sua próprias decisões monocráticas ou colegiadas, que não se dão ao respeito de exercer seu mister com dignidade e altivez, causa extrema vergonha ao povo brasileiro.
Eu tenho vergonha. Muita vergonha.
A vergonha que era para ser do STF é a nossa vergonha, a vergonha do povo brasileiro.
Grecianny Carvalho Cordeiro
Promotora de Justiça
EU TENHO VERGONHA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *