Marco Zero

O marco zero de uma cidade é o local onde esta se originou e, a partir do qual, as distâncias são estabelecidas. Mais que isso, é um lugar simbólico que remonta às memórias históricas de um povo.
O vereador Jorge Pinheiro foi autor do Projeto de Lei nº. 0181/2019, aprovado pela Câmara Municipal de Fortaleza, que institui o “Dia do Marco Zero”, a ser celebrado anualmente dia 25 de julho”.
Pela Justificativa ao citado PL, o Marco Zero de Fortaleza seria na Barra do Ceará, lugar onde Pero Coelho, em 25.07.1604, ergueu a primeira construção do Siara, o Fortim de São Tiago.
Pero Coelho “batizou de Nova Lisboa a sonhada capital e a região foi chamada Nova Lusitânia” (Raimundo Girão. Pequena História do Ceará. P. 38). Depois, retornou à Paraíba para buscar ajuda, deixando o Siara sob os cuidados de Simão Nunes.
Em 20.01.1612, Martim Soares Moreno, Capitão-mor do Siara, no mesmo lugar do já extinto Fortim de São Tiago, construiu uma paliçada, dando-lhe o nome de Forte São Sebastião.
Atento, o Instituto do Ceará – Histórico, Geográfico e Antropológico, em data de 22.12.2020, enviou um ofício ao Prefeito de Fortaleza, solicitando que o PL não seja aprovado sem antes ser discutido por entidades históricas, em audiências públicas, dada a relevância da matéria.
De acordo com o jornalista Eliomar de Lima (04.01.2021), o então Prefeito Roberto Cláudio teria vetado o referido PL. O veto ainda não foi publicado no DOM, tampouco retornou ao Legislativo municipal.
Para o Historiador Raimundo Girão, a data da fundação de Fortaleza, em verdade, seria 10 de abril, quando o engenheiro Ricardo Caar riscou os primeiros traços para a construção do Forte Schoonenborch, época em que os holandeses liderados por Mathias Beck aqui desembarcaram em busca das minas de prata em Maranguape (A Cidade do Pajeú. P. 6).
Em face da rendição dos holandeses e com o Tratado de Taborda, os portugueses, através do capitão Álvaro de Azevedo Barreto, receberam o Forte Schoonenborch das mãos dos vencidos em 20.05.1654. Posteriormente, o forte foi renomeado como Forte Nossa Senhora da Assunção.
Mas foi somente em 13.04.1726 que o povoado em torno da fortaleza foi elevado pela Carta Régia de 1725 a Vila de Fortaleza de Nossa Senhora de Assunção do Ceará Grande (A Cidade do Pajeú. P. 29. Texto de Gustavo Barroso).
Daí porque, 13 de abril é considerada a data do município de Fortaleza.
Forte Schoonenborch ou Forte Nossa Senhora da Assunção, o fato é que foi às margens do rio Pajeú que a cidade de Fortaleza cresceu e se desenvolveu, logo, nada mais adequado do que ser ali considerado o seu marco zero, em que pesem os respeitosos argumentos em contrário.

Grecianny Carvalho Cordeiro
Promotora de Justiça

Deixe uma resposta