Tempo de Justiça

Em tempos tão difíceis, talvez seja chegado o tempo de acreditar num tempo de justiça.

“Tempo de Justiça” é o nome dado a um exitoso projeto pactuado e coordenado por diversas instituições do Ceará, a saber: Vice-Governadoria do Estado, Ministério Público, Poder Judiciário, Defensoria Pública, Polícia Civil e Perícia Forense, tendo como objetivo “aumentar a eficiência da investigação, do processo e do julgamento dos crimes de homicídio ocorridos em Fortaleza, com o cumprimento dos prazos legais e o respeito aos direitos fundamentais”.

Mediante essa ação integrada e essa união de esforços entre diversas instituições, o resultado tem sido bastante positivo, alcançando-se a meta de fazer com que os homicídios ocorridos em Fortaleza, de competência das varas do júri, com a autoria esclarecida, tenham o encerramento processual num prazo inferior a 400 dias, isto é, compreendendo-se aqui o período entre o cometimento do crime e o primeiro julgamento pelo Tribunal do Júri.

Para o sucesso do “Tempo de Justiça” foram necessárias a adoção de novas plataformas de trabalho entre as instituições, utilização de softwares de bases de dados, reuniões, alterações da rotina de trabalho, troca de informações, análise de desempenhos individuais e coletivos…

Em “Tempo de Justiça” ganham todos os que fazem o sistema judicial e, principalmente, ganha a sociedade, que dificilmente verá os crimes de homicídio fadados à impunidade e à prescrição, em face da demora na efetiva prestação jurisdicional.

Casos conhecidos e emblemáticos pela triste repercussão, foram a Chacina do Padre Andrade e a morte da travesti Dandara, cujos réus foram processados e julgados em um prazo recorde de menos de um ano. Somente em “Tempo de Justiça” isso foi possível.

E como tudo o que é bom merece ser prestigiado e divulgado, em 2018, “Tempo de Justiça” concorreu com mais de 680 projetos dos diversos estados da Federação ao prêmio do Conselho Nacional do Ministério Público, alcançando o primeiro lugar na categoria “Redução da Criminalidade”. Esse mesmo prêmio, em 2017, teve como vitorioso o trabalho desenvolvido pela “Operação Lava Jato”.

“Tempo de Justiça” representa uma mudança de paradigma e nos devolve a esperança de que é possível se fazer justiça com agilidade, funcionalidade, celeridade, profissionalismo, sem prejuízo de qualquer direito fundamental.

“Tempo de Justiça” ensina que a cooperação entre as instituições é o melhor caminho.

Eis chegado um novo tempo.

Grecianny Carvalho Cordeiro
Promotora de Justiça

Deixe uma resposta